Porto Da Palmeira

Sal

Porto da Palmeira

Situado na ilha do Sal, o Porto da Palmeira é o terceiro porto cabo-verdiano a nível do tráfego de mercadorias, comportando, para além da actividade comercial de transporte de mercadorias e passageiros, actividades de pesca e indústrias marítimo-turísticas, em particular, relacionadas com a náutica de recreio. Enquanto receptor de tráfego internacional de combustível, contribui para a inserção de Cabo Verde no sistema económico mundial.

O Porto da Palmeira, à semelhança do Porto Grande, é um dos portos cabo-verdianos certificados com o ISPS Code – Código Internacional para a Protecção de Navios e Instalações Portuárias.


Características Físicas do Porto

Inaugurado em 1986, o porto sofreu obras de expansão e remodelação em duas fases, a primeira em 2010 e a segunda em 2015.

As obras da 1.ª fase permitiram a expansão do cais existente em 30 metros de comprimento, a construção de um novo molhe com 90 metros de comprimento, de uma rampa roll-on / roll-off em betão, de um parque de contentores com 2 hectares e um Ro-Ro yard com 6900 m2 e de um edifício com scanner de contentores.

As obras da 2.ª fase contemplaram a construção de um novo cais com 150 metros de comprimento, actualmente,  devido a obras em curso, com certificado de 115 metros 35 metros de largura e 12 metros de profundidade, cuja função será a recepção de navios de grande porte.

O porto dispõe ainda de um cais com 34 metros de comprimento e 1 metro de profundidade, destinado a barcos de pesca artesanal. Para o armazenamento de mercadorias, possui uma área coberta de 450 m2. O porto tem capacidade nominal para movimentar 70.000 toneladas de carga por ano.



O terrapleno sul dispõe de um cais com 34 metros de comprimento e 1 metro de profundidade, destinado a barcos de pesca artesanal. Para o armazenamento de mercadorias possui uma área coberta de 450 m2, um terrapleno descoberto com 5.605 m2 e uma área de 17.000 m2 para expansão. O porto tem capacidade nominal para movimentar 70.000 toneladas de carga por ano.

O Porto de Palmeira dispõe de uma rampa RORO em betão.